Não jogue o pó para debaixo do tapete

Por mais duras que sejam as acusações sobre a sua empresa, se elas forem verdade, a melhor alternativa a fazer é assumir os erros. Se você é um CEO que teve problemas com drogas, não espere que o assunto venha à tona por terceiros.

 

Apesar de muitos especialistas alertarem de que esta não é uma saída sustentável ou inteligente em termos reputacionais, ainda há empresas que, diante de acusações, preferem não assumir a responsabilidade, por medo de punições legais. Obviamente, há casos e casos. Ninguém espera que uma empresa inocente assuma erros apenas porque está sendo acusada deles. Mas, e se toda informação negativa online sobre pessoas e empresas for verdade?

 

Nosso conselho: reconheça a verdade. Mostre que medidas você está tomando para cuidar do assunto, ou resolva o problema. Se você é um CEO de sucesso mas passou parte de seus anos no ensino médio superando um problema de abuso de drogas, não espere que comentários sobre isso venham à tona online. Procure uma publicação online e ofereça-se para escrever um artigo para eles contando como você virou o jogo - e como outros podem fazê-lo também. Procure um agente para negociar a publicação de um livro. Doe o valor adiantado a uma organização de caridade apropriada.

 

Se for um problema relacionado à empresa, apresente os fatos. Admita o problema. Mostre o que você está planejando fazer para resolvê-lo. E faça um follow-up com exemplos de como você está executando o plano. Incentive o input de seus clientes criando uma plataforma online onde eles possam contribuir com ideias, comentários e feedback.

 

Para empresas de capital aberto, isso significa convencer o seu departamento jurídico que esta abordagem tem seu valor.

 

* Shannon M. Wilkinson é CEO, Reputation Communications, NY.

 

 

Please reload

© DNA Criativo