Petrobras lança reposicionamento da marca

A Petrobras inicia, amanhã (11/11/2017), a veiculação nacional da campanha publicitária que marcará o reposicionamento da marca da companhia, intitulada “Uma jornada pelo conhecimento”. A nova campanha veiculará, até o fim de dezembro, três filmes em canais de TV aberta e por assinatura, além de peças em revistas, internet, mídias exterior e aeroportuária. 

 

De acordo com o gerente executivo Bruno Motta, o novo posicionamento norteará todas as ações de comunicação, "priorizando patrocínios e estimulando projetos ligados ao universo da ciência e tecnologia e conhecimento". Foto: André Ribeiro / Agência Petrobras. 

 

 

O novo posicionamento foi construído a partir de entrevistas e pesquisas etnográficas realizadas com lideranças, corpo técnico, pesquisadores, parceiros e consumidores. O mapeamento apontou que o principal elemento diferenciador da marca é a competência técnica da Petrobras.“Há uma série de coisas que a Petrobras faz que ninguém no mundo faz”, afirmou Bruno Motta, gerente executivo de Comunicação e Marcas da Petrobras. Esse reconhecimento foi o alicerce para a definição do propósito da marca: prover a energia que move a sociedade a realizar o seu potencial. 

 

“Nosso objetivo é consolidar a melhoria nos índices de reputação da marca, de forma a revigorar a confiança e a admiração das pessoas em relação à Petrobras. O novo posicionamento norteará todas as nossas ações de comunicação, priorizando patrocínios e estimulando projetos ligados ao universo da ciência e tecnologia e conhecimento”, conta Bruno Motta.   

 

Tatiana Maia Lins, consultora em Reputação Corporativa, diretora da Makemake e editora da Revista da Reputação, acredita que atributos técnicos que possibilitam um reposicionamento positivo da Petrobras não faltam à companhia, cuja história se confunde com a própria história do Brasil nas últimas décadas. Nos momentos de crise é preciso ter perspectiva de longo prazo e solucionar os problemas, que é o que a Petrobras aparenta estar tentando fazer, sobretudo com esforços de seus funcionários de carreira. Um exemplo desses esforços foi o fato de a Petrobras ter sido certificada pelo Ministério do Planejamento, hoje (10/11/2017), como uma das empresas brasileiras que mais atendem a requisitos de conformidade, práticas de mercado e excelência em governança e transparência. A companhia obteve nota 10 em todos os quesitos avaliados pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest) para formação do inédito Indicador de Governança (IG-Sest).

 

O presidente do Conselho de Administração (CA) da Petrobras, Nelson Carvalho destaca algumas mudanças que ocorreram na companhia e colaboraram para a certificação recebida hoje. “Reformulamos o Conselho de Administração. Hoje, dos nove conselheiros, sete são independentes e contam com diferentes experiências profissionais. Removemos alçadas de autorização para gastos individuais. Cruzamos todas as autorizações de gastos correntes e investimentos entre as áreas de maneira a haver corresponsabilidade permanente”, reforçou. Carvalho também lembrou que houve instalação de seis comitês no próprio conselho com objetivo de detalhar e discutir os temas antes da deliberação final, além de ter sido imputada a corresponsabilidade fiduciária aos gerentes executivos para comprar ou vender um negócio.

 

Uma jornada pelo conhecimento

A Jornada do Conhecimento é o mote da nova campanha publicitária. O primeiro filme começa a ser veiculado neste sábado (11/11) e ressalta algo que une crianças e cientistas: a curiosidade e a busca pelo conhecimento. No segundo filme, que vai ao ar no fim de novembro, essa ideia se complementa com a importância das perguntas e da inventividade para a evolução da humanidade. É a partir desse movimento constante que a sociedade chega a novas descobertas que transformam a vida e o mundo. O terceiro filme, que estreia no fim do ano convidará a sociedade a adotar uma postura curiosa e inventiva. “Passaremos a olhar e nos movimentar para o futuro. Isso é transformador em muitos sentidos”, resume Bruno Motta.

 

* Com informações da Agência Petrobras. 

Please reload

© DNA Criativo