• Revista da Reputação

Duca nasce com reputação nas alturas


Em Recife, holding junta três das principais agências de publicidade da região, desprezando as previsões negativas da economia para ganhar em escala. Segundo o grupo, o negócio seria o maior da área de publicidade e comunicação do Norte e Nordeste.

“Prazer, somos a Duca. Uma holding empresarial que nasceu do espírito inquieto e empreendedor de duas das mais consistentes, ousadas e criativas agências da região: Ampla e Plano B. A Duca é capitaneada por Queiroz Filho, um dos profissionais de comunicação mais premiados e reconhecidos do país. E já abre as portas com empresas protagonistas nos mercados em que atuam: a própria Ampla — que conta com operações em Pernambuco e no Espírito Santo — e a novíssima e estreante BG9. Uma agência criada a partir da união audaciosa entre a Plano B, reconhecida por seu DNA jovem e arrojado, e o Gruponove, que, em 42 anos de história, ajudou a construir marcas líderes, produziu diversos cases de sucesso e acumulou os mais importantes prêmios do Nordeste.”

O trecho acima faz parte da apresentação da holding em seu site. Aos desavisados, pode parecer papo megalomaníaco típico de pernambucano, mas nada do que está escrito é exagero. Juntas, as agências da holding são as mais premiadas do Norte/Nordeste, somando não apenas os principais prêmios regionais e nacionais de criatividade, como também o “Great Place to Work”, que a Ampla recebe desde 2011 (para quem tiver interesse, a lista dos prêmios está aqui).

Ampla:

160 funcionários

Alguns dos clientes:

Claro, Fiat Regional,Odebrechet,

P&G, Pitu, Rede Globo,Sebrae,

Governo do ES e Vale

BG9:

60 funcionários

Alguns dos clientes: Brilux, Shopping Rio Mar,

AACD, Johnson&Johnson,

BIC, Mondelez e Lacta

Queiroz Filho no lançamento da holding que terá 25 funcionários

Meta é dobrar o valor da carteira Os números para o novo empreendimento são animadores. O grupo iniciou as atividades em dezembro de 2015 movimentando R$ 300 milhões de reais, valor que eles esperam dobrar até 2020, considerando a possibilidade de aquisições de outras agências de publicidade pelo país.

A ideia do novo negócio é ganhar escala, unindo talentos para oferecer melhores serviços aos clientes, mas também fomentar o mercado local. “A Ampla, em seus 40 anos de história, liderou quase todas as grandes transformações do mercado local e foi pioneira na implantação de novas expertises e novas tecnologias. É uma agência que além de crescer com seus próprios clientes, ajudou todo o mercado publicitário nordestino a crecser também.”, diz Queiroz Filho.

Inovação como palavra-chave O grupo Duca conta com a parceria da Sodet, empresa de tecnologia e inovação comandada por Silvio Meira (considerado, pela revista Info Exame, uma das cem pessoas mais importantes das tecnologias da informação no Brasil) e Teco Sodré (outra autoridade em tecnologiae inovação). Eles têm a missão de conduzir o Duca Innovation Labs. Um braço do grupo estendido para provocar, estudar e prototipar novos sistemas, plataformas, tecnologias e novos negócios para a Duca e seus clientes. A ideia faz total juz ao acrônimoque nomeia a holding - para quem não pescou, Duca é umaforma polida para dizer “ducaralho”.

Mas será que vai dar certo?

Como todo discurso publicitário, o que apresenta o Grupo Duca enaltece atributos de valor. Nele, conceitos como “ousadia, tradição, inovação e tecnologia” se fundem à “sólida experiência e valores éticos”. O desafio da holding agora é o mesmo de qualquer outra fusão: qual será a cultura organizacional que prevalecerá? Se na Ampla esta questão pouco impacta, já que a holding serve para gerenciar as partes administrativa e financeira das empresas - mas elas continuam independentes - no grupo BG9 o questionamento tem mais peso.

Consciente da dúvida que paira sobre esta fusão, as empresas respondem com uma provocação:“duvide que a união da Grupo 9 com a Plano B vai gerar grandes resultados. Duvide da nossa coragem para liderar uma mudança na Comunicação. Duvide da nossa garra para competir com grandes players do mercado. Duvide porque a gente é apaixonado por desafios”.

© DNA Criativo